Braga
253 609 980
Lisboa
218 949 025

capacete obras

Apresentação / Enquadramento

Esta formação destina-se a representantes dos empregadores e dos trabalhadores e para os trabalhadores designados visando a aquisição de competências básicas em matéria de segurança e higiene no trabalho, saúde, ergonomia, ambiente e organização do trabalho (conforme o previsto no n.º 1 do art.º 81 da Lei nº 102/2009, de 10 setembro, alterada pela Lei nº 3/2014, de 28 janeiro).
Este curso pretende dotar os formandos de conhecimentos básicos do modelo conceptual e legislativo que visa a Prevenção de Riscos Profissionais e conhecimentos das ferramentas básicas que permitem desempenhar funções de Prevenção de nível básico.

Caracterização do Público-alvo

Escolaridade obrigatória (9.º ano de escolaridade, nivel 2) completa ou equivalente e experiência relevante com, pelo menos, dois anos;

Empregadores com experiência na atividade com, pelo menos, dois anos.

Objetivos do cursos e Resultados Esperados

  • Proporcionar um modelo conceptual e legislativo básico que vise a prevenção de riscos profissionais;
  • Proporcionar as ferramentas básicas que permitam desempenhar funções de prevenção de nível básico;
  • Proporcionar habilitações que permitam a realização de avaliações elementares de riscos e, para cada caso, estabelecer medidas de prevenção do mesmo tipo e compatíveis com o seu grau de formação;
  • Preparar o trabalhador para participar nas ações de emergência e primeiros socorros mediante a aplicação das respetivas técnicas;
  • Analisar a forma de gerir a prevenção de riscos profissionais de riscos profissionais na empresa,nos seus dois componentes básicos: o sistema de gestão da prevenção e o tipo de recursos humanos e materiais que irão desenvolver as atividades de prevenção;
  • Identificar e conhecer os organismos públicos nacionais e internacionais mais importantes relacionados com a Segurança, a Higiene e a Saúde no Trabalho.

Formadores

  • A designar;
  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • Detentor de CCP/CAP.

Locais e Preços

LocaisPreçoNº horas
Braga 195€

35H

Lisboa 245€

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - 20/03/2017 a 07/04/2017- Segundas, quartas e sextas- feira das 19H às 23H;

Lisboa - 01/04/2017 a 27/05/2017 - Segundas, quartas e sexta- feira, das 9H às 18H.

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no ato da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. 

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico


logoIA 200pxIPME 100px


Apresentação / Enquadramento

Nas situações de doença súbita e acidente, os cuidados imediatos podem ser garantidos por qualquer pessoa com formação em socorrismo. A intervenção activa dos vários elementos comunitários, individuais e colectivos, sejam eles extra - hospitalares ou hospitalares, programados de modo a possibilitar uma acção rápida, eficaz e com economia de meios, em situação de doença súbita, acidente ou catástrofe, têm como objectivo final o restabelecimento total da vítima.

Caracterização do Público-alvo

População em geral e, em especial empresas que desejam formar os seus colaboradores em primeiros socorros no âmbito das medidas gerais de saúde, higiene e segurança no trabalho (SHST). Profissionais da área de ensino; desportistas; prestadores de cuidados a idosos; Assistentes sociais; etc. Técnicos Superiores de Higiene e Segurança no Trabalho com necessidade de reciclagem de conhecimentos ou renovar o CAP.

Objectivos do cursos e Resultados Esperados

Além das técnicas de Suporte Básico de Vida (SBV), este curso pretende difundir conhecimentos gerais de primeiros socorros e garantir que os formandos sejam capazes de executar técnicas simples de socorrismo para controlar um cenário de acidente ou doença súbita, em especial no local de trabalho. Para além disso os formandos deverão conhecer os riscos da sua actividade laboral e estar preparados para fazer frente aos mesmos em caso de acidente.

Formadores

  • A designar;
  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • CAP válido.

Locais e Preços

LocaisPreçoNº horas
Braga 145€ 16h
 
Lisboa 185€
 

 

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - 10/06/2017 a 17/06/2017 - Sábados, das 9h ás 18h;

Lisboa - 17/06/2017 a 24/06/2017 - Sábados, das 9h ás 18h;

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. Existe também a possibilidade de obter crédito para formação na agência CGD visto possuirmos um protocolo nesse sentido.

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico

vendas

Apresentação / Enquadramento

A "venda" é actualmente uma actividade profissional exigente, difícil e complexa, exercida por pessoas cada vez mais qualificadas.
Neste curso vai conhecer vários métodos e instrumentos práticos de venda com o objetivo de incrementar a eficácia da sua acção comercial.

A complexidade crescente dos mercados e o aumento das pressões concorrenciais exigem do comercial, não só o domínio das técnicas de venda e da informação técnica da sua oferta, mas também enfrentar clientes cada vez mais bem informados e decididos a obter contrapartidas com menores custos. Neste contexto, persuadir, demonstrar, argumentar podem não ser competências suficientes. Ao comercial de hoje é indispensável saber negociar eficazmente.

 

Caracterização do Público-alvo

Todos os profissionais ou futuros profissionais que desenvolvam funções que exijam a utilização de competências comunicacionais e/ou funções comerciais, designadamente vendedores, chefes de vendas, delegados comerciais ou colaboradores com papel chave na negociação de parcerias, contratos, acordos, …

 

Objectivos do cursos e Resultados Esperados:

  • Compreender e saber aplicar técnicas de venda e negociação;
  • Conhecer modelos eficazes para abordar os clientes, trabalhar leads e prospects nas diferentes fases da negociação tendentes ao fecho do negócio;
  • Desenvolver mecanismos de persuasão;
  • Desenvolver capacidades pessoais de negociação;
  • Resolver conflitos negociais de forma assertiva;
  • Dispor de metodologias e de ferramentas necessárias para preparar e levar a cabo negociações difíceis;
  • Capacitar e afirmar-se face a pressões tácticas dos compradores e às “armadilhas” da negociação;
  • Utilizar o seu potencial de negociação e liderança/ gestão de vendas.

 

Formadores

A designar.

  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • CAP válido

Locais e Preços

LocaisPreçoNº horas
Braga 125€ 12h
Lisboa 145€
   

 

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Lisboa - 18/11/2016 a 2/12/2016, às Sextas das 19h às 23h;

Braga - 14/11/2016 a 28/11/2016, às Segundas das 19h às 23h;

 

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. Existe também a possibilidade de obter crédito para formação na agência CGD visto possuirmos um protocolo nesse sentido.

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico para pedido de informações

 


Logo Ideia AtlânticoLogo IPME

 

 

 

logo SPSS

spss

Apresentação / Enquadramento

Obtenha resultados estatísticos através da utilização do SPSS.

Caracterização do Público-alvo

Activos especializados com necessidade de aplicação de conhecimentos de estatística no desenvolvimento da sua actividade profissional.

Objectivos do cursos e Resultados Esperados

No final da acção, os participantes deverão estar aptos a:

  • Compreender as vantagens da análise multivariada de dados face à análise univariada ou bivariada;
  • Estender os conceitos adquiridos ao nível da estatística univariada e bivariada a múltiplas dimensões;
  • Utilizar técnicas estatísticas adequadas para organizar e sumariar conjuntos de dados, tornando-os mais inteligíveis e permitindo a descoberta de estruturas subjacentes aos dados, bem como detectar desvios importantes a essa mesma estrutura.

Formadores

A designar.

  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • CAP válido.

Locais e Preços

LocaisPreçoNº horas
Braga 185€ 18h
Lisboa 215€

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - 08/05/2017 a 12/05/2017- Segunda, Quarta e Sexta, das 19h ás 23h e Sábados, das 9h ás 16h;

Lisboa - 06//05/2017 a 20/05/2017 - Sábados das 9H00 às 16H00;

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. Existe também a possibilidade de obter crédito para formação na agência CGD visto possuirmos um protocolo nesse sentido.

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico para pedido de informações


logoIA 200pxIPME 100px

rsece 1

Apresentação / Enquadramento

Especialização em Segurança contra Incêndios em Edifícios para Projectistas da 3ª e 4ª Categoria de Risco

Este curso tem como objectivo dotar os Formandos de competências na área da segurança contra incêndios que assegurem a elaboração de projectos e planos de segurança contra incêndios em edifícios da 3ª e 4ª categoria de risco, de acordo com o Decreto-Lei 220/2008 de 12 de Novembro e com a Portaria nº 1532/2008.

Caracterização do Público-alvo

Técnicos de Nível Superior: Arquitectos, Engenheiros (reconhecidos pela Ordem dos Arquitectos e pela Ordem dos Engenheiros, respectivamente) ou Engenheiros Técnicos (reconhecidos pela Associação Nacional dos Engenheiros Técnicos), com interesse em desenvolver competências na área da SCIE.

 

Objectivos do cursos e Funcionamento

  • Conhecer os princípios básicos da fenomenologia da combustão e dos agentes extintores;
  • Caracterizar os edifícios e recintos;
  • Classificar os locais de risco;
  • Classificar os edifícios de acordo com a categoria de risco;
  • Elaborar projectos de SCIE de acordo com os regulamentos jurídico e técnico em vigor.

Conteúdos Programáticos

Ciclo 1 - Módulo de Análise do RCCTE

  • Regime jurídico
  • Credenciação
  • Regulamento técnico
    • Objecto e definições
    • Caracterização do risco de incêndio das utilizações
    • Apresentação das condições exteriores comuns
    • Condições gerais de comportamento ao fogo, isolamento e protecção
    • Evacuação
    • Estudo de Caso das medidas passivas
    • Instalações técnicas
    • Equipamentos e sistemas de segurança
    • Controlo de fumo
    • Meios de intervenção
    • Estudo de caso com os sistemas e equipamentos
    • Visita de estudo (infra-estrutura de segurança)
    • Condições gerais de autoprotecção
    • Estudo de caso
    • Aspectos complementares
    • Visita de estudo (medidas de autoprotecção)
  • Avaliação

Documentação Necessária

  • Ficha de Inscrição
  • Fotografia
  • Fotocópia do documento de identificação (B.I., Cartão de Cidadão ou Passaporte) do candidato;
  • Fotocópia do Cartão de Contribuinte
  • Certificado de Habilitações
  • CV

Nota: os formandos deverão estar inscritos nas respectivas ordens profissionais.

 

Formadores

A designar.
Profissionais com sólida formação técnica nas diferentes matérias de SCIE, com experiência pedagógica/formativa relevante nesta área de formação.

Licenciatura adequada e CAP de formador.

Locais e Preços *

LocaisPreçoNº horas
Braga 995€

132h

Lisboa 1100€

 *  Valor isento IVADespesa dedutível no IRS como formação profissional.

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - 13/09/2017 a 30/11/2017

Lisboa - 11/09/2017 a 28/10/2017

 

Horário Pós-laboral: 19h-23h/9h-17h30 às 2ª/4ª/6ª/Sab.

 

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. Existe também a possibilidade de obter crédito para formação na agência CGD visto possuirmos um protocolo nesse sentido.

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico para pedido de informações


logoIA 200pxIPME 100px

 

rsece 1

Apresentação / Enquadramento

No âmbito do Sistema de Certificação Energética (SCE), insere-se o curso de Peritos de RCCTE, ao qual damos atualmente a designação de Certificação de Projetistas de Térmica (PQ-I) permitindo desta forma ir de encontro à legislação atualmente em vigor (Lei nº 58/2013, de 20 de agosto).

O presente curso proporciona uma formação sólida, dos pontos de vista teórico e prático, relativa aos conceitos fundamentais sobre a envolvente do edifício (comportamento térmico e eficiência dos sistemas). Prepara os participantes para o exame de acesso ao reconhecimento de Peritos Qualificados para a atuação em edifícios de habitação e em pequenos edifícios (PQ-I).

Após a frequência do curso e aprovação do exame, poderão solicitar a certificação como Projetista de Térmica, mediante o cumprimento de requisitos predefinidos.

Destinatários

  • Arquitetos (reconhecidos pela ordem dos arquitetos
  • Engenheiros Civis (reconhecidos pela ordem dos engenheiros)
  • Engenheiros Técnicos (reconhecidos pela ordem dos associação nacional dos engenheiros técnicos – ANET)

Terão ainda de possuir cinco anos de experiência profissional em atividade de projeto ou construção de edifícios.

Conteúdos Programáticos

  • Introdução à Certificação de Projetista de Térmica
  • Cálculo das Necessidades de Aquecimento (NIC)
  • Cálculo das Necessidades Energéticas
  • Implicações no Projecto e na Obra
  • Articulação da regulamentação energética e da qualidade do ar com a restante regulamentação aplicável ao setor da construção
  • Exemplo prático de aplicação da metodologia de cálculo (software de aplicação) 

Formadores

  • A designar.
  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • CCP/CAP válido
  • Perito Formador de RCCTE pela ADENE.

Locais e Preços*

LocaisPreçoNº horas
Braga 475€

24h

   
Lisboa 475€

* Valor isento IVADespesa dedutível no IRS como formação profissional.

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - 15/05/2017 a 02/06/2017, às Segundas e Sextas 

Lisboa - 11/05/2017 a 26/05/2017, às Quintas e Sextas


Horário Pós-Laboral (19h00 às 23h00)

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. Existe também a possibilidade de obter crédito para formação na agência CGD visto possuirmos um protocolo nesse sentido.

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico para pedido de informações

 

Informação adicional

Os exames são da responsabilidade da ADENE e são realizados através da Plataforma de Gestão da Avaliação (PGA).

O exame será realizado em instalações selecionadas pela ADENE, devidamente equipadas e com os meios técnicos necessários e de acordo com o número de candidatos.

O exame, para cujo acesso serão atribuídas credenciais únicas a cada formando, terá as seguintes características:

  1. Exame único por candidato, gerado de forma aleatória a partir de uma bolsa de questões elaboradas com base nos conteúdos programáticos definidos pela Portaria n.º 66/2014, de 12 de março.
  2. O exame para PQ-I será composto de 26 questões.
  3. Para cada pergunta do exame, que terá associada a respetiva cotação, sendo as perguntas de escolha múltipla (tipo teste americano).
  4. O exame terá uma duração de três horas e meia (3,5h), sem intervalo, e o formando disporá permanentemente de informação sobre o tempo decorrido e o tempo restante para a realização da prova.
  5. Durante a realização do exame apenas poderá consultar as peças legislativas que serão fornecidas pela ADENE e que se encontram identificadas no REGULAMENTO DE EXAMES PARA TÉCNICOS SCE PQ-I. Poderá levar consigo máquina de calcular, desde que a mesma não seja gráfica.
  6. Após submissão do exame o candidato terá acesso ao resultado da prova, cuja nota mínima de aprovação é de 50%.

Inscrição no Exames Terá de ser realizada no site da ADENE.

Tem o custo de 200.00€+IVA. 

 


logoIA 200pxIPME 100px

 

rsece 1

Apresentação / Enquadramento

No âmbito do Sistema de Certificação Energética (SCE), o IPME – Instituto PME Formação, Entidade Acreditada pelo IQF e Certificada pela Qualidade, está a promover o Ciclo de Formação para aplicação do Novo Regulamento.Indo de encontro aos novos regulamentos sobre o desempenho energético dos edifícios, (RCCTE e RSECE), bem como a nova regulamentação para o Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE), impõe-se uma nova abordagem formativa que responda às imposições.


Para além da adequação da anterior regulamentação à realidade presente do sector em Portugal, inserem-se também no espírito da Directiva 2002/91/CE relativa ao desempenho energético dos edifícios, e que tem por principal objectivo a redução dos consumos energéticos, através da implementação de soluções técnicas eficientes e da utilização de fontes de energias renováveis.


A Directiva adopta também a obrigatoriedade de uma verificação periódica dos consumos nos edifícios de serviços e a disponibilização desta informação ao público, através da afixação de um certificado colocado em local bem visível junto à entrada do edifício.


Este certificado energético será obrigatório para todos os novos edifícios e sempre que haja venda ou locação de edifícios existentes, residenciais ou de serviços, destinado a informar o potencial proprietário ou locatário sobre as suas características térmicas e os consumos associados ao seu funcionamento, introduzindo desta forma as questões energéticas e de qualidade do ar interior como factores de apoio à decisão e, ao mesmo tempo, como um factor de pressão sobre a qualidade da oferta no mercado.

Caracterização do Público-alvo

  • Engenheiros;
  • Engenheiros Técnicos.

Objectivos do cursos e Funcionamento

Com vista ao acesso à categoria de Peritos Qualificados é necessário que satisfaçam os requisitos estabelecidos no Protocolo*. De acordo com esse protocolo*, as qualificações mínimas exigidas aos Peritos Qualificados de Edifícios abrangidos pelo RSECE_Energia serão, além das qualificações mínimas exigidas para o exercício da actividade de responsável pelo projecto de aplicação do RSECE (Anexo 1 ou 2 do Protocolo), ter 5 anos de experiência reconhecida (nos termos da cláusula 4.ª), receber formação específica sobre o RSECE (24horas) e assistir ao módulo complementar de certificação.


Alertamos que a frequência dos módulos de análise RSECE - QAI da Formação de peritos qualificados implica bons conhecimentos sobre a aplicação do RCCTE (Decreto-lei nº 80/2006, de 4 de Abril), ou mesmo, a prévia frequência e aprovação no módulo de análise do RCCTE.


Protocolo entre a Direcção Geral de Geologia e Energia, Instituto do Ambiente, Conselho superior das obras públicas e Transportes e Ordem dos Engenheiros, Ordem dos Arquitectos e Associação Nacional dos Engenheiros Técnicos.

Organização

Módulo de Análise do RSECE - Vertente QAI

  1. Introdução ao novo RSECE (0,5 h)
  2. A Poluição no ambiente interior (1,5 h)
  3. Caracterização e Análise do Ar Interior (1,5 h)
  4. Metodologias para a Manutenção da QAI (Medidas preventivas e Correctivas de Controlo) (6 h)
  5. Conceitos da QAI relacionados com as vertentes Energética, de Saúde Pública e de Higiene e Segurança (2 h)
  6. Proceimentos no âmbito dos regulamentos (5 h)


Certificação de SCE

  1. Sistema Nacional de Certificação Energética e da QAI em Edifícios (0,75 h)
  2. Papel do Perito Qualificado (PQ) no SCE (0,75 h)
  3. Ceritificado Energético e da QAI (0,5 h)
  4. Estrutura Funcional do SCE (1 h)
  5. Intervenção do PQ ao nível dos Edifícios abrangidos pelo RCCTE(4,5 h)
  6. Intervenção do PQ ao nível dos Edifícios abrangidos pelo RSECE - Vertente Energia (2,5 h)
  7. Intervenção do PQ ao nível dos Edifícios abrangidos pelo RSECE - Vertente QAI (2,5 h)
  8. Intervenção do PQ ao nível da Manutenção de instalações, das inspecções a caldeiras e sistemas AVAC (2 h)
  9. Resolução de um caso prático (6,5 h(A promover pela ADENE)

 

Formadores

  • A designar;
  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • CAP válido.

 

Locais e Preços

LocaisPreçoNº horas
Braga 475€

24h

Porto 530€
Lisbo 550€


Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - Novas ações em fase de calendarização

Lisboa - Novas ações em fase de calendarização

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. Existe também a possibilidade de obter crédito para formação na agência CGD visto possuirmos um protocolo nesse sentido.

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico para pedido de informações


logoIA 200pxIPME 100px

RSECE

rsece 1

Apresentação / Enquadramento

No âmbito do Sistema de Certificação Energética (SCE), o IPME – Instituto PME Formação,Entidade Acreditada pelo IQF e Certificada pela Qualidade, está a promover o Ciclo de Formação para aplicação do Novo Regulamento. Indo de encontro aos novos regulamentos sobre o desempenho energético dos edifícios, (RCCTE e RSECE), bem como a nova regulamentação para o Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE), impõe-se uma nova abordagem formativa que responda às imposições.

Para além da adequação da anterior regulamentação à realidade presente do sector em Portugal, inserem-se também no espírito da Directiva 2002/91/CE relativa ao desempenho energético dos edifícios, e que tem por principal objectivo a redução dos consumos energéticos, através da implementação de soluções técnicas eficientes e da utilização de fontes de energias renováveis.

A Directiva adopta também a obrigatoriedade de uma verificação periódica dos consumos nos edifícios de serviços e a disponibilização desta informação ao público, através da afixação de um certificado colocado em local bem visível junto à entrada do edifício.

Este certificado energético é obrigatório para todos os novos edifícios e sempre que haja venda ou locação de edifícios existentes, residenciais ou de serviços, destinado a informar o potencial proprietário ou locatário sobre as suas características térmicas e os consumos associados ao seu funcionamento, introduzindo desta forma as questões energéticas e de qualidade do ar interior como factores de apoio à decisão e, ao mesmo tempo,como um factor de pressão sobre a qualidade da oferta no mercado.

Caracterização do Público-alvo

  • Engenheiros;
  • Engenheiros Técnicos.

Objectivos do cursos e Funcionamento

Com vista ao acesso à categoria de Peritos Qualificados é necessário que satisfaçam os requisitos estabelecidos no Protocolo*. De acordo com esse protocolo*, as qualificações mínimas exigidas aos Peritos Qualificados de Edifícios abrangidos pelo RSECE_Energia serão, além das qualificações mínimas exigidas para o exercício da actividade de responsável pelo projecto de aplicação do RSECE (Anexo 1 ou 2 do Protocolo), ter 5 anos de experiência reconhecida (nos termos da cláusula 4.ª), receber formação específica sobre o RSECE (24horas) e assistir ao módulo complementar de certificação.

Alertamos que a frequência dos módulos de análise RSECE - Energia da Formação de peritos qualificados implica bons conhecimentos sobre a aplicação do RCCTE (Decreto-lei nº 80/2006, de 4 de Abril), ou mesmo, a prévia frequência e aprovação no módulo de análise do RCCTE.

Organização

Módulo de Análise do RSECE - Vertente Energia

  1. Introdução ao novo RSCE (2 h)
  2. Edifícios Novos (7 h)
  3. Edifícios Existentes (7 h)
  4. Software de aplicação (5 h)

3 horas de Exame


Certificação de SCE

  1. Sistema Nacional de Certificação Energética e da QAI em edifícios (0,75 h)
  2. Papel do Perito Qulificado (PQ) no SCE (0,75 h)
  3. Certificado Energético e da QAI (0,5 h)
  4. Estrutura Funcional do SCE (1 h)
  5. Intervenção do PQ ao Nível dos Edifícios abrangidos pelo RCCTE (4,5 h)
  6. Intervenção do PQ ao nível dos Edifícios abrangidos pelo RSECE - vertente Energia (2,5 h)
  7. Intervenção do PQ ao nível dos Edifícios abrangidos pelo RSECE - vertente QAI (2,5 h)
  8. Intervenção do PQ ao nível da Manutenção das Instalações, das inspecções a caldeiras e sistemas AVAC (2 h)
  9. Resolução de um caso prático (6,5 h)

A promover pela ADEN

Nota:

Para uma melhor aprendizagem técnico-científica no curso de RSECE-Energia, aconselha-se vivamente aos formandos a frequência prévia no curso de RCCTE (ou domínio dos respectivos conteúdos).

Para acesso à categoria de PQ é obrigatória a frequência das 3 partes da formação.

Formadores

A designar.

  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • CAP válido;
  • Formador de Peritos RSECE-E pela ADENE.

Locais e Preços

LocaisPreçoNº horas
Braga 475€ 24h
Porto 530€
Lisboa 550€

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - Novas ações em fase de calendarização

Porto - Novas ações em fase de calendarização

Lisboa - Novas ações em fase de calendarização

Horário Pós-Laboral (19h00 às 23h00) - Segunda, Terça e Quinta

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. Existe também a possibilidade de obter crédito para formação na agência CGD visto possuirmos um protocolo nesse sentido.

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico para pedido de informações


logoIA 200pxIPME 100px

Cap

cap

Apresentação / Enquadramento

Este curso permite que os formandos que tenham obtido aproveitamento no final da acção de formação, possam ter acesso ao CCP - Certificado de Competências Pedagógicas (ex-CAP).
 

Caracterização do Público-alvo

Formadores sem formação pedagógica;

Ativos das empresas, empresários e profissionais liberais;

Jovens à procura de 1.º emprego com habilitação mínima de bacharel;

Candidatos a formadores com habilitação mínima de bacharel.

Objetivos do Cursos e Funcionamento

  • Distinguir os sistemas de formação, bem como as competências do formador e o seu papel nos diversos contextos formativos, através da caraterização dos sistemas de formação, da discriminação das competências exigíveis ao formador nos sistemas em que intervém e da auto-avaliação face ao perfil de competências desejáveis;
  • Preparar, desenvolver e avaliar sessões de formação;
  • Reflectir sobre os sistemas de formação, através da apresentação de críticas, sugestões e propostas, que possam contribuir para a melhoria dos sistemas de formação, ao nível técnico-pedagógico e/ou organizacional.

Formadores

A designar.

  • Licenciatura com formação de base;
  • Experiência comprovada a nível profissional, na área em causa, de pelo menos 3 anos;
  • Experiência pedagógica/formativa nos últimos 2 anos;
  • Detentor CCP (ex-CAP);

Locais e Preços

LocaisPreçoNº horas
Braga 250€

       

       114h

   
Lisboa 250€

Próximas Edições - Datas de inicio dos cursos

Braga - 03/04/2017 a 16/05/2017 - Segunda a Sexta-feira, das 19h ás 23h;
 
Lisboa - 20/03/2017 a 02/05/2017 - Segunda a Sexta-feira, das 09h ás 13h.

Condições de Pagamento

O pagamento do curso divide-se em duas fases: 50 euros no acto da inscrição (em cheque, transferência bancária, ou numerário nas nossas instalações) e o restante 72 horas antes do início do curso. 

Inscrições

Aceder ao Formulário Electrónico para pedido de informações


logoIA 200pxIPME 100px